Popular Tags:

Presa falsa professora que dava aula em condomínio de luxo

12 de julho de 2018 at 15:15

Presa falsa professora que dava aula em condomínio de luxo (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Acusada foi encaminhada para a Dioe. Foto foi divulgada pela Polícia Civil (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Uma mulher foi presa nesta quinta-feira (12) acusada de usar uma carteira adulterada de educação física. Ela dava aulas em academias e condomínio de luxo em Belém.

A prisão foi realizada por agentes da Divisão de Investigações e Operações (DIOE). Ela foi pega em flagrante no momento que ministrava as atividades como instrutora na academia de ginástica do condomínio que fica localizado na avenida Augusto Montenegro.

De acordo com a Polícia Civil, o fato está sendo acompanhado pelo Conselho Regional de Educação Física (Cref).

A mulher tinha uma carteira autêntica, com identificação de Jessica Fontes, porém a foto da acusada foi inserida ilegalmente no documento. A denúncia à polícia foi feita pela própria vítima.

O delegado Neyvaldo Silva, da DIOE, está responsável pelo caso.

CONTRAVENÇÃO

“Exercer profissão ou atividade econômica ou anunciar que a exerce, sem preencher as condições a que por lei está subordinado o seu exercício”.

DOL tenta contato com a assessoria jurídica do Conselho Regional de Educação Física (Crefi) e aguarda um posicionamento sobre as medidas a serem tomadas contra a falsa educadora.

(DOL)

 

Quadrilha explode caixas eletrônicas e população recolhe o dinheiro. Veja o vídeo!

12 de julho de 2018 at 14:51

Quadrilha explode caixas eletrônicas e população recolhe o dinheiro. Veja o vídeo! (Foto: Reprodução/Whatsapp)

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

Uma quadrilha fortemente armada explodiu dois caixas eletrônicos na madrugada desta quinta-feira (12), no município Santa Maria das Barreiras, sudeste paraense. O número de envolvidos é desconhecido.

Segundo a Polícia Civil, a explosão aos caixas eletrônicos danificou a entrada do banco e espalhou o dinheiro no chão. Após a ação, a quadrilha fugiu e os moradores aproveitaram o momento para recolher o dinheiro espalhado.

Equipes da Polícia Militar deram início às buscas dos criminosos. Não há confirmação de pessoas reféns após a fuga.

O prédio dos Correios também ficou danificado, mas a polícia não sabe se o local chegou a ser alvo do ataque. “Aparentemente os Correios foram atingidos pela explosão, danificando o prédio. Mas a ação de assalto ao local não tem confirmamento”, disse.

(DOL)

 

Assassinado a tiros em praça movimentada do centro de Belém

11 de julho de 2018 at 15:45

Assassinado a tiros em praça movimentada do centro de Belém (Foto: Via WhatsApp)

(Foto: Via WhatsApp)

Um jovem identificado como Salazar Leal Batista Junior, de 20 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça na tarde desta quarta-feira (11). O crime aconteceu na praça Dom Pedro II, na avenida 16 de Novembro, em frente à Prefeitura de Belém, no bairro Cidade Velha, em Belém.

De acordo com informações de testemunhas, que não quiseram se identificar, dois homens chegaram em uma motocicleta e efetuaram os disparos. A vítima morreu no local.

Um familiar da vítima contou que ele tinha acabado de sair de uma audiência no Tribunal de Justiça, quando foi assassinado.

Muitos curiosos se aglomeraram próximo ao corpo. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remover o corpo. A Divisão de Homicídios ficará responsável por investigar o crime.

Presidente do STJ diz que tribunal não é ‘balcão de reivindicação’ e nega mais 143 pedidos de liberdade a Lula

11 de julho de 2018 at 15:38

Habeas corpus foram impetrados por cidadãos. Ministra Laurita Vaz ainda analisará ação da PGR para que ela decida de qual tribunal é a competência para analisar pedidos de liberdade de Lula.

Por Mariana Oliveira, TV Globo, Brasília

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, rejeitou nesta quarta-feira (11) mais 143 pedidos de liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva feitos por cidadãos.

Na terça, ele já havia rejeitado um dos pedidos desse tipo, em decisão na qual fez críticas ao desembargador Rogério Fraveto, que mandou soltar Lula no domingo – a decisão de Fraveto foi depois revertida pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Segundo Laurita Vaz, “o Poder Judiciário não pode ser utilizado como balcão de reivindicações ou manifestações de natureza política ou ideológico-partidárias”.

Ainda está nas mãos da ministra Laurita Vaz um pedido da Procuradoria Geral da República para que ela decida de quem é a competência para analisar pedidos de liberdade de Lula – o pleito foi feito após decisões divergentes de desembargadores do TRF-4, e a PGR quer que só o STJ possa analisar habeas corpus ao ex-presidente.

Gerente de banco é feito refém e amarrado a explosivos no interior do Pará. Veja o vídeo!

11 de julho de 2018 at 12:49

Gerente de banco é feito refém e amarrado a explosivos no interior do Pará. Veja o vídeo! (Foto: DOL)

(Foto: DOL)

Um gerente de um banco foi amarrado a explosivos e vítima de criminosos na manhã desta quarta-feira (11) na Avenida das Nações (PA-279), no município de Ourilândia do Norte, sudeste paraense.

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

Informações afirma que homens armados e não identificados fizeram refém um gerente de banco e o amarraram a explosivos com o objetivo de ter acesso ao cofre local.

Quatro equipes da Polícia Federal foram deslocados até a ocorrência e equipes da Polícia Militar já se adiantaram para fazer o cerco.


(Foto: Reprodução/Whatsapp)

A ação acabou com a fuga dos criminosos e o gerente aguarda a chegada de uma equipe especializada para fazer a retirada dos explosivos.

(DOL)

Tentativa de assalto a ônibus termina com três mortos em Santa Izabel

10 de julho de 2018 at 15:07

DOL.

Tentativa de assalto a ônibus termina com três mortos em Santa Izabel (Foto: Divulgação)

Na ação, uma senhora que estava no ônibus foi atingida de raspão. (Foto: Divulgação)

a manhã desta terça-feira (10) um ônibus que estava a caminho do município de Santa Izabel, na região metropolitana de Belém, no Pará, foi alvo da ação de criminosos. Por volta das 6h20, quatro assaltantes abordaram o ônibus em uma ação violenta.

Durante a ação, foram feitos quatro disparos em direção ao motorista, que se abaixou. O fiscal do ônibus também foi alvo de um disparo. Nenhum dos dois foi atingido.

Um policial que estava no ônibus aguardou o momento certo para agir e disparou contra dois dos assaltantes, entre eles, um menor de 14 anos, que foi atingido no fêmur e está fora de perigo. O outro veio a óbito no local do crime. Os outros dois assaltantes entraram em fuga e foram perseguidos pelo patrulhamento rural da região.

Na fuga, houve troca de tiros e os dois assaltantes foram atingidos e mortos pelos policiais.
Uma senhora que estava dentro do ônibus foi atingida de raspão nas costas. Ela recebeu atendimento e já foi liberada.

O menor será encaminhado para o Ministério Público, que deverá enviá-lo para cuidados médicos com a família. Em seguida, será mandado para internação.

Na ação da polícia, foram recuperadas uma arma de calibre 38, com 4 munições deflagradas, além de duas armas caseiras, uma tipo 12 e outra tipo revólver.

Os procedimentos de flagrante estão sendo feitos pelo Delegado Augusto Damasceno, diretor da 17ª Seccional de Santa Izabel. As medidas preliminares de inquérito estão sendo feitas pela Polícia Militar, sob os cuidados do Comandante do 12º batalhão, Paulo Garcia.

(Com informações da Polícia Militar)

 

PP fecha com Helder. E Mário Couto será um dos candidatos ao Senado

10 de julho de 2018 at 13:49

 

Passageiros passam susto durante voo que saiu de Belém

10 de julho de 2018 at 13:42

Avião teve que retornar para cidade depois de fumaça

Por: Portal ORM10 de Julho de 2018 às 11:46Atualizado em 10 de Julho de 2018 às 12:40

Passageiros de um voo da companhia Azul, que saiu do Aeroporto Internacional de Belém com destino a Fortaleza, passaram por susto no ar na manhã desta terça-feira (10). Isso porque eles sentiram cheiro de queimado e viram fumaça dentro do avião, que precisou retornar a Belém após 30 minutos de decolagem.

O pouso, no meio da pista do Aeroporto, foi acompanhado de perto por um carro do Corpo de Bombeiros e outro veículo de emergência. O voo havia partido de Belém com cerca de 40 minutos de atraso.

A companhia aérea informou que o voo, após retornar, precisou ser cancelado. A aeronave que apresentou problemas vai passar por manutenção. A Azul disse ainda que está prestando toda a assistência aos passageiros e que lamenta profundamente os transtornos gerados pelo ocorrido.

Embate de instâncias jurídicas deve contaminar eleição

10 de julho de 2018 at 11:09

Especialistas ouvidos pelo ‘Estado’ apontam que clima de incertezas seguirá até o resultado da votação de outubro

Gilberto Amendola, O Estado de S. Paulo

O embate jurídico de domingo sobre a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso por corrupção e lavagem de dinheiro pela Lava Jato, terá reflexos e novos desdobramentos durante o período eleitoral deste ano – podendo manter o clima de incerteza jurídica até as eleições de outubro. Esta é a visão de especialistas em direito e cientistas políticos ouvidos pelo Estado.

+ Jungmann diz que PF cumpriu a lei em momento de ‘conflito de competências’ no Judiciário

Para o cientistas político Vitor Oliveira, da agência Pulso Público, a “guerra de liminares” que se iniciou após o desembargador plantonista Rogério Favreto, conceder habeas corpus de soltura ao ex-presidente reforçou a ideia de politização do Judiciário e de um incômodo em relação à isenção desse Poder.

“As instituições já estão sob desconfiança. A situação de domingo amplia uma desconfiança de que o Poder Judiciário não age com imparcialidade. A desconfiança na Justiça pode produzir, na população, questionamentos em relação ao próprio processo eleitoral”, afirmou o analista, lembrando que candidatos ligados à direita e a à esquerda já ensaiam esse discurso.

+ Em 2010, Favreto defendia Lula com Fachin de acusações de autoritarismo

+ Favreto foi braço direito de Dias Toffoli

O sociólogo Rogério Baptistini, do Mackenzie, chama o momento vivido pelo País de “a tempestade perfeita”: o “encontro” de crises em todas as esferas de poder.

“O processo político está a reboque da Lava Jato. É preciso de um freio de arranjo, que não deve acontecer. As lideranças que poderiam trabalhar para construir um consenso estarão divididas por causa da eleição”, afirmou. Assim como Oliveira, Baptistini acredita que “qualquer que seja o resultado, a eleição será contestada”. “O que aconteceu domingo foi apenas o começo.”

A advogada constitucionalista Vera Chemim considera que parte das incertezas do mundo jurídico está sendo provocada pelo próprio Supremo Tribunal Federal. “A questão da prisão em segunda instância precisa ser colocada com mais clareza”, disse a advogada. “O Supremo não pode ficar alterando a jurisprudência a qualquer momento”, completou.

Supremo
Fachada do Supremo Tribunal Federal, em Brasília Foto: Wilson Pedrosa/Estadão

Ainda assim, Vera não crê que a ministra Cármen Lúcia (presidente do Supremo) vá colocar o tema em votação. “Nem depois, com Dias Toffoli (que assume a presidência do STF no dia 12 de setembro), a questão deve voltar. Vamos até o fim do processo eleitoral com sustos. A prisão em segunda instância só será resolvida pelo Legislativo, em um próximo mandato, via emenda constitucional”, afirmou.

+ Juristas dizem que, mesmo solto, petista continuaria inelegível

O professor de direito penal Davi Tangerino, que leciona na FGV e na UFRJ, disse que o Judiciário entrou no “Fla x Flu” político que contamina o País. “Virou a turma que solta bandido versus a turma que combate a corrupção. Isso mostra um grau de emoção que não é compatível com o Judiciário”, disse.

Para o especialista, os ministros do Supremo contribuem com o clima de incerteza jurídica quando “não se comunicam com clareza com o público”. “O cidadão comum não tem conhecimento jurídico para, no fim do dia, entender tudo o que está acontecendo. É necessário que os ministros falem menos e sejam mais objetivos ao se comunicar”, afirmou.

PERFIL: Quem é o desembargador plantonista que mandou soltar Lula

A indefinição sobre a elegibilidade de Lula também adiciona mais incertezas ao futuro político próximo no País. Para a especialista em direito eleitoral Karina Kufa, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá muito trabalho para lidar com a questão. “O TSE terá de responder a uma série de questionamentos sobre elegibilidade vindos de vários lados e sobre vários candidatos”, disse. “O momento não é de tranquilidade.”

Torcida do Paysandu fará manifestação contra diretoria pelos maus resultados na Série B

10 de julho de 2018 at 09:18

Torcida do Paysandu fará manifestação contra diretoria pelos maus resultados na Série B (Foto: Fernando Torres / Paysandu)

Torcedores farão uma manifestação no lado de fora da Curuzu. (Foto: Fernando Torres / Paysandu)

Sem vencer há mais de um mês, a torcida do Paysandu já começa a ensaiar uma manifestação pacífica contra a diretoria do clube e a atual fase em que o Lobo atravessa no Campeonato Brasileiro da Série B.

Uma torcida organizada do Paysandu irá realizar nesta quinta-feira (12), antes do jogo contra o Vila Nova-GO, uma manifestação pacífica contra os dirigentes do clube e não irão entrar no estádio da Curuzu, local do jogo válido pela 14ª rodada da Série B.

Alguns torcedores já manifestaram apoio ao movimento que vê o time caindo de produção após chegar a figurar no G4 da Série B.

(DOL)