Popular Tags:

Em resposta ao governo, população de Breves pede escola e rejeita presídio

23 de maio de 2018 at 18:02

Em resposta ao governo, população de Breves pede escola e rejeita presídio (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Um ofício do governo do Estado à prefeitura de Breves, no arquipélago do Marajó, no Pará, levou moradores a reagirem contra a proposta de construir um novo ou ampliar o presídio da cidade. Para eles, a necessidade é de escolas e não de casas penais.

O ofício foi enviado pela Superintendência do Sistema Penal do Pará (Susipe), ao poder executivo de Breves, no mês de abril e após o conhecimento da população houve tamanha mobilização que fez surgir até mesmo uma campanha na cidade contra a demanda do governo que é diferente do que pedem os cidadãos.

Conforme é possível ver no documento, o presídio a ser construído terá a capacidade para 306 internos.

“Presídio Não! Escola Sim – Breves na luta por Dignidade”

ENQUETE

Uma enquete realizada no programa Barra Pesada, da RBATV em Breves, mostrou que 95% dos participantes são contrários a canalização de recursos para obras em presídio.

As críticas foram as mais variadas possíveis, principalmente no que se refere a obras paradas e dificuldades na educação por qual passa o município.

“Desprezível essa situação no nosso município. Tantos alunos, pessoas de bem aguardando a tão sonhada conclusão da escola tecnológica e nada de acontecer, sendo que a mesma está há anos em construção”, desabafou Rosilene Pinheiro, moradora.

“Sou contra mais um presídio em Breves. Vai ser um absurdo se o prefeito fizer isso. Já chega de bandidos em Breves. Se eles transferissem preso pro presídio de Breves e soltassem na cidade deles seria bom, mas eles soltam em Breves, a coisa fica feia. Só vai enchendo de bandidos em Breves”, disse outro.

“Porque um presídio? Tantos bairros como o Riacho Doce não têm escolas suficientes para as crianças que aqui moram e os mesmos têm que se deslocar para lugares distantes se assim querem estudar. Chega de violência! Queremos mais educação!”, falou Keila na enquete do Barra Pesada.

POSICIONAMENTOS

Em nota, a Susipe informou que ainda não obteve retorno com a resposta a respeito do pedido de cessão do terreno por parte da prefeitura e que a consulta faz parte do planejamento de expansão do órgão para a construção e/ou ampliação de novos centros de detenção no Pará.

Segundo a Susipe, o Centro de Recuperação de Breves tem atualmente capacidade para 128 vagas, mas custodia hoje 346 presos, um déficit carcerário de 218 vagas.

“A Susipe reitera que de acordo com a Lei de Execuções Penais, o preso tem o direito de cumprir pena em estabelecimento prisional próximo do local onde reside sua família. Logo, a ampliação de vagas no município atende uma prerrogativa da própria Justiça”.

A prefeitura de Breves também se manifestou através de nota informando que responderá de forma negativa ao pedido do governo do estado e que somente vai pautar junto ao governo do estado políticas públicas que ajudem o município e região a se desenvolverem com segurança, paz e dignidade.

(DOL com informações de Marcos Onias/RBATV)

 

Em evento oficial, diretor da Polícia Federal prevê edital de concurso para junho

23 de maio de 2018 at 17:38

Em evento oficial, diretor da Polícia Federal prevê edital de concurso para junho (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, afirmou durante um evento nesta terça-feira (22) que o edital do concurso público para a PF, que oferecerá 500 vagas, deve ser publicado durante o mês de junho. O anúncio foi feito durante a posse da nova superintendente regional da Polícia Federal, em Fortaleza, Vanessa Gonçalves Leite de Souza.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, já havia comunicado a vontade do Governo em agilizar a publicação do edital e lançá-lo no mês de junho, embora a autorização do certame determine um prazo de seis meses para a liberação dos documentos, ou seja, até 20 de outubro.

CARGOS

Do total de postos autorizados, 150 são para o cargo de delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente.

Para os cargos de agente, papiloscopista e escrivão, a remuneração atual é de R$ 12.441, 26. Para perito e delegado, o inicial atualmente é de R$ 23.130,48. Para todos os cargos, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais. Todas as funções exigem nível superior.

Azeredo se entrega à polícia e vai cumprir pena em quartel da PM

23 de maio de 2018 at 15:45

Ex-governador de MG foi condenado a 20 anos e 1 mês de prisão no mensalão tucano, esquema que irrigou campanha dele em 1998 com dinheiro desviado

Veja
Eduardo Azeredo (PSDB) – TJ-MG determina prisão
(Reprodução/Reprodução)

O ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) se entregou à Polícia Civil de Minas Gerais na tarde desta quarta-feira, 23. O tucano, que era considerado foragido pela polícia, chegou à 1ª Delegacia Distrital de Belo Horizonte, no bairro Santo Antônio, por volta das 14h50. Azeredo está preso para cumprir a pena de 20 anos e um mês de prisão a que foi condenado no chamado “mensalão tucano”, esquema de desvio de dinheiro de estatais do estado que irrigou a campanha do ex-governador em 1998.

Por determinação da Justiça, Eduardo Azeredo não vai para uma prisão comum. Ele conseguiu o direito de ficar preso em unidade da Polícia Militar de Minas Gerais sem a necessidade da utilização de uniforme do sistema prisional do estado. A decisão é do juiz Luiz Carlos Rezende e Santos, da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte. A Justiça ainda proibiu o uso de algemas.

“O sentenciado está dispensado do uso de trajes da Secretaria de Administração Prisional por não estar em unidade gerenciada por ela, podendo, portanto, levar suas próprias roupas, bem como vestuário para banho e cama mínimos para sua dignidade. O Sentenciado fica dispensado de uso de algemas, salvo em situações excepcionalíssimas, devidamente justificadas”, decidiu Rezende.

Azeredo foi considerado foragido na manhã de hoje. Os defensores dele e a polícia negociavam desde a noite da terça-feira, 22, as condições para que ele se apresentasse após o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) negar o último recurso cabível na condenação do tucano a 20 anos e um mês de prisão no mensalão mineiro.

No despacho, o juiz da Vara de Execuções Penais afirmou que “a situação é inédita, nunca vista anteriormente em Minas Gerais, ou seja, a prisão de um ex-chefe de Estado. Além de ex-governador, o sentenciado possui vasta participação na vida política nacional por força de democrática escolha popular, sendo inegável o respeito que se deve dispensar a esta vontade, outrora exercida, e por isto mesmo há regramento próprio de proteção a pessoas que desempenharam funções relevantes na República”.

Ainda segundo a decisão, Azeredo tem status de ex-governador de estado “com repercussão econômica e administrativa em face do cargo que ocupou, o qual lhe deferiu a autoridade máxima de comando sobre a Polícia Civil e Militar de Minas Gerais”.

“É fato notório que as unidades penitenciárias mineiras passam por problemas de toda sorte, sendo que na região metropolitana, as masculinas encontram-se com centenas de pessoas (e em alguns casos milhares) em cumprimento de pena”, diz o magistrado.

Conforme o juiz, “o ex-governador reclama segurança individualizada, bem como tem prerrogativa de manter-se em unidade especial como a Sala de Estado Maior que deverá estar instalada no Comando de Batalhão Militar”.

“Sendo assim, determino ao Senhor Secretário de Estado de Segurança Pública e Administração Prisional que providencie imediatamente junto a Batalhão Militar da Capital, (preferencialmente em unidade de bombeiros, dado ao fluxo menor de pessoas, o que notadamente permitirá maior segurança ao Sentenciado), a referida Sala Especial para cumprimento da Pena”, determinou o magistrado.

O juiz decidiu ainda que a Secretaria de Segurança deve disponibilizar agentes penitenciários ao batalhão onde Azeredo ficará detido.

(com Estadão Conteúdo)

Pela Webe

Motoristas de ônibus de turismo fecham a

23 de maio de 2018 at 15:38

Motoristas de ônibus de turismo fecham a BR-316 (Foto: Via/WhatsApp)

Carros e ônibus estão parados na frente do prédio da prefeitura por conta da manifestação (Foto: Via/WhatsApp)

Motoristas de ônibus de turismo fecham a rodovia BR-316, na frente da prefeitura de Ananindeua, na tarde desta quarta-feira (23). O bloqueio da via ocorre logo em seguida ao término do protesto de caminhoneiros que durou cerca de 48 horas.

A informação foi confirmada pelo Centro Integrado de Operações (Ciop).

Ainda não há detalhes sobre o que levou esses rodoviários a fazer o protesto.

Motoristas devem evitar o trecho, principalmente no sentido de entrada em Belém.

(DOL)

Ex-governador de MG Eduardo Azeredo é considerado foragido, diz Polícia Civil

23 de maio de 2018 at 10:59

Azeredo (PSDB) foi condenado a 20 anos de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro no mensalão tucano; prisão foi determinada após último recurso na segunda instância ser rejeitado no TJMG.

Por G1 MG e TV Globo, Belo Horizonte

   Condenado no mensalão tucano, ex-governador Eduardo Azeredo é considerado foragido

Condenado no mensalão tucano, ex-governador Eduardo Azeredo é considerado foragido

O ex-senador e ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) é considerado foragido nesta quarta-feira (23), de acordo com a Polícia Civil. Um mandado de prisão foi expedido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais nesta terça-feira (22) após desembargadores rejeitarem recurso.

O advogado Castellar Guimarães Neto não atendeu às ligações da reportagem nesta manhã. O delegado Carlos Capistrano, superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, informou que as negociações para que Azeredo se entregue não avançaram nesta quarta-feira (23) e que os advogados responsáveis pela defesa não atendem mais as ligações da polícia.

Nesta manhã, policiais estavam em frente ao prédio onde mora o ex-governador, no bairro Serra, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

O ex-governador de MG Eduardo Azeredo em imagem de dezembro de 2017 (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)O ex-governador de MG Eduardo Azeredo em imagem de dezembro de 2017 (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

O ex-governador de MG Eduardo Azeredo em imagem de dezembro de 2017 (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Os cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal rejeitaram, nesta terça-feira (22), o recurso da defesa de Azeredo no processo do mensalão tucano e determinaram a execução imediatada da prisão.

ex-governador foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no mensalão tucano, em agosto passado. A condenação em primeira instância foi em 2015.

O mandado de prisão foi expedido ainda nesta terça-feira (22), mas o processamento terminou depois das 18h. Pela lei, nenhum mandado de prisão pode ser cumprido em uma residência entre as 18h e às 6h.

Policiais na portaria do prédio do ex-governador Eduardo Azeredo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Mensalão tucano

De acordo com a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha eleitoral de Azeredo, que concorria à reeleição ao governo do estado, em 1998.

O esquema envolveria a Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e o Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) e teria desviado ao menos R$ 3,5 milhões por meio de supostos patrocínios a três eventos esportivos: o Iron Biker, o Supercross e o Enduro da Independência. Todos os réus negam envolvimento nos crimes.

Além de Azeredo, o ex-senador Clésio Andrade foi também condenado há 5 anos de prisão por envolvimento no esquema. O político recorreu da decisão. Sua defesa sempre alegou que Clésio é inocente.

“Confiamos na independência e na qualidade do Poder Judiciário mineiro. A douta juíza já demonstrou isso quando o absolveu do crime mais grave, após aprofundado exame da prova. A condenação pelo delito menos grave deveu-se a equívoco de interpretação, que temos certeza que será corrigido no Tribunal”, afirmou o defensor de Andrade por meio de nota no dia que apresentou o recurso.

O jornalista Eduardo Guedes, que atuou como secretário adjunto de Comunicação Social na gestão de Azeredo, foi recentemente condenado por envolvimento no esquema. No início deste mês, a juíza Lucimeire Rocha, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, determinou que ele cumpra 17 anos e cinco meses de prisão.

 O ex-governador foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no mensalão tucano, em agosto passado. A condenação em primeira instância foi em 2015.

O mandado de prisão foi expedido ainda nesta terça-feira (22), mas o processamento terminou depois das 18h. Pela lei, nenhum mandado de prisão pode ser cumprido em uma residência entre as 18h e às 6h.

Desde a expedição do mandado, Azeredo poderia ter se entregado em qualquer delegacia do estado.

Policiais na portaria do prédio do ex-governador Eduardo Azeredo (Foto: Reprodução/TV Globo)Policiais na portaria do prédio do ex-governador Eduardo Azeredo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Policiais na portaria do prédio do ex-governador Eduardo Azeredo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Mensalão tucano

De acordo com a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha eleitoral de Azeredo, que concorria à reeleição ao governo do estado, em 1998.

O esquema envolveria a Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e o Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) e teria desviado ao menos R$ 3,5 milhões por meio de supostos patrocínios a três eventos esportivos: o Iron Biker, o Supercross e o Enduro da Independência. Todos os réus negam envolvimento nos crimes.

Além de Azeredo, o ex-senador Clésio Andrade foi também condenado há 5 anos de prisão por envolvimento no esquema. O político recorreu da decisão. Sua defesa sempre alegou que Clésio é inocente.

“Confiamos na independência e na qualidade do Poder Judiciário mineiro. A douta juíza já demonstrou isso quando o absolveu do crime mais grave, após aprofundado exame da prova. A condenação pelo delito menos grave deveu-se a equívoco de interpretação, que temos certeza que será corrigido no Tribunal”, afirmou o defensor de Andrade por meio de nota no dia que apresentou o recurso.

O jornalista Eduardo Guedes, que atuou como secretário adjunto de Comunicação Social na gestão de Azeredo, foi recentemente condenado por envolvimento no esquema. No início deste mês, a juíza Lucimeire Rocha, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, determinou que ele cumpra 17 anos e cinco meses de prisão.

 O MPMG informou que a promotora Patrícia Varotto, da 17ª Promotoria de Justiça de Belo Horizonte, pediu o aumento da pena. O advogado Sânzio Baioneta, que defende Guedes, disse que recorreu da decisão. “Entrei com embargos declaratórios em decorrência das omissões da sentença, que não apreciou as teses de defesa”, afirmou.

Os ex-diretores da Comig Renato Caporali e Lauro Wilson foram julgados em um mesmo processo.

Em outubro do ano passado, Caporali foi condenado a 4 meses e 15 dias de detenção em regime aberto por desvio de dinheiro público. Na ocasião, o advogado Hermes Guerrero, que representa Caporali, negou que o seu cliente tenha desviado recursos públicos. Guerrero recorreu da sentença.

Em relação a Lauro Wilson, a Justiça considerou extinta a punibilidade. O prazo prescreveu porque o réu completou 70 anos em 2017.

As penas em relação a Cláudio Mourão e Walfrido dos Mares Guia também prescreveram ao completarem 70 anos. O réu Fernando Moreira Soares morreu em 2015.

Outros quatro réus ainda respondem ao processo na Justiça de Minas Gerais.

Estudantes interditam avenida Almirante Barroso

23 de maio de 2018 at 10:42

Estudantes interditam avenida Almirante Barroso (Foto: Maycon Nunes/Diário do Pará)

Os manifestantes exigem maior ação da Justiça para garantir educação de qualidade no Estado. (Foto: Maycon Nunes/Diário do Pará)

Um grupo de estudantes e trabalhadores da Educação Pública interditam na manhã desta quarta-feira (23) a avenida Almirante Barroso, no bairro do Marco, em Belém.

O bloqueio acontece na via do sentido Entroncamento/São Brás em frente ao prédio do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA). Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), os trabalhadores se concentraram desde o começo da manhã na escola Cordeiro de Farias, no mesmo trecho, de onde saíram para o ato.

Veja como está o trânsito em tempo real.

Eles pedem maior ação do poder judiciário para exigir melhorias na rede estadual de ensino.

(DOL)

 

 

 

No Chile, Pikachu marca gol da classificação à Copa Sul-Americana

23 de maio de 2018 at 07:31

No Chile, Pikachu marca gol da classificação à Copa Sul-Americana (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco / LANCE)

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco / LANCE)

O Vasco derrotou a Universidad de Chile por 2 a 0 , em partida disputada na noite desta terça-feira, em Santiago, e garantiu uma vaga na Copa Sul-Americana. Foi a primeira vitória da equipe cruz-maltina na fase de grupos da Libertadores e o resultado colocou o time de São Januário no terceiro lugar do Grupo 5 com cinco pontos ganhos, mesma pontuação do adversário, mas o Vasco levou vantagem sobre o conjunto chileno no saldo de gols. Bruno Silva, no primeiro tempo, e Yago Pikachu, na segunda etapa, anotaram os gols.

O Vasco soube jogar com inteligência para conquistar a vaga. Depois de sair na frente do marcador, o time comandado por Zé Ricardo soube suportar uma forte pressão do adversário e depois liquidar o jogo no segundo tempo, sem dar chances de reação ao adversário. A Universidad teve mais posse de bola, mas não teve objetividade para chegar ao gol defendido por Martín Silva.

O jogo
Embora o Vasco necessitasse da vitória, foi a Universidad de Chile que assumiu o controle das ações nos primeiros minutos. Aos oito minutos, Soteldo investiu pela esquerda e rolou para Beausejour que cruzou para Pinilla, mas o atacante chileno não consegue a cabeçada. Um minuto depois, Soteldo repetiu a jogada e tentou achar Pinilla, mas a zaga cruz-maltina aliviou o perigo.

Depois de suportar a pressão inicial, o Vasco equilibrou a partida e, aos 14 minutos, marcou o primeiro gol. Andrés Rios recebeu na área e bateu forte. O goleiro De Paulo deu rebote e o volante Bruno Silva apareceu para empurrar a bola para o gol, colocando a equipe carioca na frente.

Dois minutos depois, Caio Monteiro experimentou de longe e De Paulo fez boa defesa.

O time chileno demorou a assimilar o golpe e só aos 18 minutos é que chegou na área adversária com a conclusão de Pinilla, mas Martín Silva defendeu sem qualquer dificuldade.

Três minutos, Rafael Vaz apanhou uma sobra na intermediária e mandou a bomba, mas Martín Silva espalmou para escanteio. Em desvantagem, a equipe da casa passou a pressionar o Vasco em busca do gol de empate.

Comandada pelo meia Soteldo, responsável pelas melhores jogadas, a Universidad pressionava em busca do empate, enquanto o Vasco se defendia bem e procurava espaços para contra-atacar.

Aos 33 minutos, Soteldo fez outra boa jogada pela esquerda e cruzou para Guerra que finalizou, mas a zaga salvou.
O Vasco só voltou a aparecer na área chilena aos 36 minutos com uma bomba de Wágner que assustou o goleiro De Paul, mas a bola saiu, levando perigo.

Um minuto depois, Martín Silva evitou o gol do empate ao bloquear chute de Pinilla, na pequena área, depois de bom lançamento de Soteldo.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo e a Universidad retornou com o mesmo ímpeto ofensivo, enquanto o Vasco encontrava dificuldades para construir jogadas ofensivas.

Aos dois minutos, Soteldo mandou a bomba que encobriu o travessão defendido por Martín Silva. O Vasco respondeu aos sete minutos, Wágner recebeu de Rafael Galhardo e mandou a bomba que passou muito perto da trave esquerda do time da casa. Dois minutos depois, Soteldo passou para Guerra que chutou forte, mas Martín Silva espalmou para escanteio.

O jogo ficou mais equilibrado e o Vasco quase ampliou aos 22 minutos em lançamento de Andrés Rios para Riascos, mas o atacante colombiano não alcançou a bola.

Aos 26 minutos, Wágner cobrou escanteio fechado, Riascos desviou de cabeça e Guerra, em cima da linha, evitou o segundo gol.

A resposta chilena foi dada por Soteldo que bateu cruzado e levou grande perigo para o gol defendido por Martín Silva.

Aos 36 minutos, o Vasco marcou o segundo gol. Martín Silva lançou a bola, o zagueiro Jara errou ao tentar o corte e Yago Pikachu , de cabeça, encobriu o goleiro De Paul.

Depois de conseguir a vantagem, o técnico Zé Ricardo decidiu fechar sua equipe e colocou o zagueiro Erazo no lugar do atacante Andrés Rios.

Aos 43 minutos, Wágner desarmou um adversário e tocou para a entrada de Riascos que invadiu a área, se livrou do goleiro, mas tocou para fora, desperdiçando uma grande chance para liquidar a fatura.

Nos minutos finais, a Universidade partiu, de forma desesperada, para buscar o gol, mas o Vasco soube se defender e garantir o importante resultado.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD DE CHILE 0 X 2 VASCO

Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile)
Data: 22 de maio de 2018 (Terça-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Público: 25.139 pagantes
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: Edwar Saavedra (Bolívia) e Relly Vallejos (Bolívia)
Cartões amarelos: Echeverria(Univ); Breno, Caio Monteiro, Riascos(Vasco)

GOLS:
VASCO: 
Bruno Silva, aos 14 minutos do primeiro tempo e Yago Pikachu, aos 36 minutos do segundo tempo

UNIVERSIDAD DE CHILE: De Paul, Echeverria, Jara, Rafael Vaz e Beasejour; Rafael Carioca (Leiva), Seymour, Soteldo e Lorenzetti; Pinilla e Guerra (Diaz)
Técnico: Esteban Valencia

VASCO: Martín Silva, Rafael Galhardo, Breno, Werley e Fabrício; Desábato, Bruno Silva (Kelvin), Yago Pikachu e Wágner; Caio Monteiro (Riascos) e Andrés Rios (Erazo)
Técnico: Zé Ricardo

Fonte: Gazeta Esportiva

 

Papão deve construir campos e vestiários no novo CT ainda em 2018

22 de maio de 2018 at 19:47

Papão deve construir campos e vestiários no novo CT ainda em 2018 (Foto: Fernando Torres/Paysandu SC)

(Foto: Fernando Torres/Paysandu SC)

Uma das grandes notícias para o Paysandu em 2018 foi a autorização para o início das obras do Centro de Treinamento do Clube. O patrimônio a ser construído, que é um antigo sonho da torcida e colaboradores, deve ter projetos materializados ainda neste ano.

Na área de aproximadamente 100 mil metros², o Bicola deve iniciar as obras a partir do mês de julho. No cronograma de realizações até o final do ano está a construção de dois campos de futebol para treinos, além de um vestiário.

autorização para início das obras foi conseguida através da Secretaria e Meio Ambiente.

“Tomamos a decisão pensando no bem que o CT fará para a cidade, para a população e para os moradores daquela área. O Paysandu se preocupou com o meio ambiente. Houve uma atenção nessa contrapartida, nessa proposta do Paysandu. Eu não podia fazer algo que não estivesse de acordo com a compensação ao meio ambiente. A gente espera sinceramente que tudo ocorra com muito sucesso, que realmente dê certo. O presidente entendeu com muita tranquilidade o processo da Secretaria. A gente tem visto a preocupação dele quanto a esse zelo. O que gratifica é a gente ver esse trabalho do clube”, disse Fabrício Dias, titular da secretaria.

Segundo o projeto apresentado pelo clube, o Paysandu vai administrar praças públicas no entorno do CT, fará plantação de árvores, executará programas de educação ambiental para a comunidade, entre outras ações, com um trabalho em conjunto realizado pelas Diretorias de Obras, Projetos Especiais, Divisões de Base, Futebol, Comunicação e Marketing.

(DOL)

Assaltantes invadem e levam terror à escola estadual no Tapanã

22 de maio de 2018 at 19:00

Assaltantes invadem e levam terror à escola estadual no Tapanã  (Foto: Arte/DOL)

(Foto: Arte/DOL)

A escola estadual Padre Francisco Berton, localizada no bairro do Tapanã, em Belém, foi invadida por assaltantes na tarde desta terça-feira (22). O caso foi confirmado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sintepp) de Belém.

De acordo com informações iniciais, os criminosos invadiram a escola por volta das 14h30. Por causa da greve dos professores estaduais, poucas turmas tinham aula no momento da ação criminosa.

Não se sabe quantos alunos ou funcionários foram roubados ou se houve algum ferido no roubo. Representantes do Sintepp checam detalhes sobre o incidente.

Mais informações em instantes.

(DOL)

Após desabamento em Bragança, hospital é evacuado por risco de queda

22 de maio de 2018 at 17:26

Após desabamento em Bragança, hospital é evacuado por risco de queda (Foto: Via Whatsapp)

Moradores ainda vivem o susto de ontem por conta do desabamento de um prédio histórico e de grande valor para a cidade. (Foto: Via Whatsapp)

A população de Bragança, no nordeste do Pará ainda está em choque com o triste episódio da queda do palacete Augusto Correa, um dos mais tradicionais prédios históricos da cidade e agora, um outro prédio ameaça desabar no município.

Parte do prédio que abriga o Hospital das Clínicas de Bragança está sob risco de desabamento após o fato ocorrido na noite da última segunda-feira (21). Diante disso, as autoridades agiram rápido temendo consequências mais graves.

Na tarde desta quarta-feira (22), a Pérola do Caeté sofre com a chuva e segundo informações dos moradores, estalos foram ouvidos e a Defesa Civil já evacuou a área próxima ao hospital, que fica a poucos metros do Museu da Marujada.

A maioria dos pacientes que estavam no local foram transferidos para o hospital Santo Antônio Maria Zaccaria, localizado na avenida Nazeazeno Ferreira, uma das vias mais tradicionais da cidade. Outros pacientes foram transferidos para o Hospital Geral de Bragança.

“O lado positivo é que ninguém se feriu, porém o triste é que perdemos um pouco da nossa história”, relatou a moradora de Bragança, Roneth Guimarães.

(DOL)