Popular Tags:

Shoppings funcionarão em horário alternativo

23 de dezembro de 2016 at 11:02

Durante o período natalino, alguns estabelecimentos comerciais funcionarão em horário diferenciado. Confira:

Bancos: Na sexta-feira (23/12) as agências funcionarão normalmente. Véspera de Natal (24/12) agências fechadas. Domingo (25/12) agências fechadas e na segunda-feira (26/12) os bancos reabrem normalmente.

Supermercados: véspera do Natal (24/12) Funcionamento até às 20h. Natal (25/12) – Todas as lojas fechadas. Reabrem no dia 26, em horário normal, conforme o funcionamento de cada estabelecimento.

Shoppings

Bosque Grão Pará: Véspera do Natal (24/12) – Todas as lojas funcionam das 9h às 18h – Cinemas abrem de acordo com a programação – Praça de alimentação abre de 10h às 18h. No Natal (25/12), apenas os cinemas estarão abertos e funcionarão conforme a programação.

Shopping Pátio Belém:  Véspera do Natal (24/12)- Todas as lojas funcionam das 8h às 19h – Cinemas abrem de acordo com a programação. Natal (25/12)- Loja e Praça de Alimentação: fechadas – Cinema funciona conforme a programação.

Boulevard Shopping: Horário de Funcionamento das lojas, restaurantes e Praça de Alimentação (Boulevard Shopping) Sábado (17): 9h às 22h Domingo (18): 10h às 22h Segunda a Sexta-feira (19 a 23): 9h às 22h Sábado (24): 8h às 19h *Cinema funcionará todos os dias conforme programação (inclusive dia 25).

Castanheira Shopping: Véspera do Natal (24/12) as lojas funcionarão de 9h as 18h – Praça de alimentação e lazer funcionarão de 9h as 19h – Cinema funcionará de 12h as 20h . No domingo (25/12) as lojas estarão fechadas – Praça de alimentação e lazer funcionarão de 18h as 22h – Cinema funcionará de 15h as 22h.

Parque Shopping:  Sábado, dia 24: Lojas e alimentação: das 8 às 19h. Cinema de acordo com a programação e domingo, dia 25. Fechado.

Centro Comercial de Belém: Na véspera (24/12) e no Natal (25/12) funcionará no horário de 09h às 18h.

Lazer

Estação das Docas:  Sábado (24) – 10h às 18h e Domingo (25) – 10h às 0h.

Museu Emílio Goeldi: No dia 24 de dezembro, véspera de Natal, o Parque Zoobotânico funcionará de 9h às 13h. No dia 25,  o Parque estará fechado. A partir do dia 26, o espaço voltará ao seu funcionamento normal, de 9h às 17h.

Bosque Rodrigues Alves:  Dia 24: de 8h às 14h. Dia 25: fechado.

(DOL)

Avião com 118 pessoas a bordo é sequestrado na Líbia 1

23 de dezembro de 2016 at 10:22

Do UOL*, em São Paulo

Darrin Zamit-Lupi/Reuters

23.dez.2016 - Tropas maltesas atuam no sequestro de avião líbio

23.dez.2016 – Tropas maltesas atuam no sequestro de avião líbio

Um avião que fazia um voo interno na Líbia foi sequestrado e desviado para Malta, onde pousou nesta sexta-feira (23). O Airbus A320 da companhia aérea estatal Afriqiyah Airways estaria com 118 pessoas a bordo, segundo a imprensa local.

A coordenação das operações de serviços de segurança informou que o avião ia de Sabha para Tripoli, disse o primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, em seu perfil no Twitter. Segundo ele, 111 passageiros, 82 homens, 28 mulheres e uma criança. O Airbus estaria com sete tripulantes. A pequena ilha de Malta fica a 500 quilômetros da costa da Líbia.

Por volta das 9h30 (horário oficial de Brasília), o aeroporto internacional de Malta confirmou uma “interferência ilegal” no local. “Equipes de emergência enviadas”, comunicou em seu perfil no Twitter.

A agência de notícias Reuters destaca que o Airbus teria sido sequestrado por um homem que dizia ter uma granada de mão. De acordo com o portal “Times of Malta”, dois sequestradores ameaçaram explodir o avião. Ainda não se sabe quais são as exigências e todos os voos foram cancelados ou desvia

Uma autoridade de segurança líbia disse à Reuters que o piloto disse à torre de controle do aeroporto de Mitiga, em Trípoli, que a aeronave havia sido sequestrada durante o voo. “O piloto relatou à torre de controle em Trípoli que eles haviam sido sequestrados, então perderam comunicação”, disse a autoridade, falando sob condição de anonimato.

Mais cedo– 8h30 no horário de Brasília, o primeiro-ministro de Malta publicou que um voo interno líbio havia sido desviado para Malta numa possível situação de sequestro. “Operações de segurança e emergência em espera”.

Saiba como consultar o saldo de contas inativas do FGTS

22 de dezembro de 2016 at 18:13

É possível acessar por site, celular ou e-mail; veja quem tem direito ao saque. Presidente Michel Temer anunciou medida nesta quinta-feira (22).

Por G1

O presidente Michel Temer anunciou nesta quinta-feira (22) que o governo vai liberar o saque de contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) inativas até 31 de dezembro de 2015. Conta inativa de FGTS é aquela que em que o empregado deixa de receber os depósitos do empregador por extinção ou rescisão do contrato de trabalho.

Antes, só tinha direito a sacar o FGTS de uma conta inativa quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos (veja, abaixo, como saber se você poderá sacar o dinheiro de uma conta inativa de FGTS).

A partir de agora, quem está atualmente empregado passa a poder sacar o valor de uma conta inativa, desde que o afastamento do emprego anterior tenha ocorrido até 31/12/2015, informou ao G1 a assessoria de imprensa da Caixa.

O trabalhador, no entanto, não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, depositado pelo empregador atual.

De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o cronograma para o saque de contas inativas será divulgado até o início de fevereiro e levará em conta a data de nascimento dos beneficiários.

O trabalhador pode consultar o saldo no site da Caixa e através de aplicativo para smartphones e tablets (com versão para Android, iOS e Windows). É possível ainda fazer um cadastro para receber informações do FGTS por mensagens no celular ou por e-mail (veja detalhes abaixo).

A medida anunciada nesta quinta faz parte de uma tentativa do governo de reaquecer a economia. O presidente explicou que não haverá limite para o saque. O trabalhador, se quiser, poderá sacar todo o valor que tem na conta inativa. O presidente não detalhou a partir de quando o saque será liberado.

Segundo o governo, cerca de 10, 2 milhões de trabalhadores poderão sacar o dinheiro e a maior parte das contas inativas tem saldo de menos de um salário mínimo.

— Veja abaixo como consultar o saldo do FGTS das contas inativas:

Pessoalmente

O trabalhador pode consultar seu extrato do FGTS presencialmente no balcão de atendimento de agências da Caixa. Também é possível ir a um posto de atendimento e fazer a consulta utilizando o Cartão Cidadão, desde que tenha em mãos a senha. Não é possível consultar o extrato do FGTS pelo telefone.

Pela internet, no site da Caixa

No site Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS. O serviço mostra dados cadastrais e lançamentos feitos na conta nos últimos seis meses.

Por e-mail

No site Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão.

Na página, o trabalhador pode fazer a opção de passar a receber e-mail com informações sobre o depósito mensal na conta vinculada ao FGTS.

Consulta pode ser feita pelo aplicativo do FGTS, disponibilizado pela Caixa (Foto: Thaís Lima/G1)

Consulta pode ser feita pelo aplicativo do FGTS, disponibilizado pela Caixa (Foto: Thaís Lima/G1)

Pelo aplicativo FGTS para celular

O trabalhador pode consultar o FGTS no celular por meio de aplicativo para smartphones. Ele está disponível para download, de graça (clique aqui), em celulares com qualquer sistema operacional: Android (baixe na Google Play), iOs (baixe na App Store) e Windows (baixe na Windows Store).

Por mensagem de celular

No site Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão.

Na página, o trabalhador pode fazer a opção de passar a receber avisos SMS com informações sobre o depósito mensal na conta vinculada ao FGTS. Mas quem faz essa escolha deixa de receber o extrato bimestral em papel em casa. Por outro lado, o extrato anual continua sendo enviado normalmente.

— Como saber se você tem uma conta inativa de FGTS?

Por definição, a conta inativa de FGTS é aquela em que o trabalhador deixa de deixa receber os depósitos da empresa por extinção ou rescisão do contrato de trabalho.

Antes, só tinha direito a sacar o FGTS de uma conta inativa quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos.

A partir de agora, segundo informou ao G1 a assessoria de imprensa da Caixa, quem estiver atualmente empregado passa a poder sacar o valor da conta inativa, desde que o afastamento do emprego tenha ocorrido até 31 de dezembro de 2015.

O trabalhador, no entanto, não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, depositado pelo empregador atual.

Isso quer dizer que, ao consultar o extrato de FGTS, o trabalhador pode considerar que vai ter o direito de sacar o valor de qualquer conta que tenha até 31/12/2015 como data de afastamento.

Governo propõe reforma trabalhista; veja o que pode mudar nas regras atuais

22 de dezembro de 2016 at 17:23
Felipe Amorim e Maria Carolina Abe
Do UOL, em Brasília e São Paulo

TEMER COMEMORA ANÚNCIO DE REFORMA TRABALHISTA

O governo apresentou nesta quinta-feira (22) uma proposta de reforma trabalhista, que deve ser encaminhada ao Congresso como projeto de lei em caráter de urgência. O texto do projeto deve ser enviado ao Congresso em fevereiro, na volta do recesso parlamentar. No começo de dezembro, o governo enviou à Câmara outro projeto polêmico: o de reforma da Previdência.

Veja as principais mudanças propostas nas leis trabalhistas:


Trabalho temporário:

– Os contratos temporários de trabalho poderão passar dos atuais 90 dias para 120 dias, prorrogáveis por mais 120 dias;

– Os temporários poderão ser contratados diretamente pela empresa ou, então, como é feito hoje, por meio de uma empresa de trabalho temporário;

– Essa nova regra não se aplica aos empregados domésticos.


Acordo do sindicato valendo como lei

Os acordos coletivos de trabalho definidos entre as empresas e os representantes dos trabalhadores poderão se sobrepor às leis trabalhistas definidas na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) em 11 pontos específicos, que dizem respeito a jornada de trabalho e salário. Não podem ser alteradas normas de saúde, segurança e higiene do trabalho, nem aos direitos de terceiros.

A possibilidade de acordos trabalhistas terem força de lei recebe críticas de alguns setores por, em tese, permitir a redução de direitos assegurados nas leis trabalhistas.

Os defensores da medida afirmam que isso garante mais autonomia aos trabalhadores nas negociações sindicais e contribui para a geração de empregos. O governo afirma que direitos adquiridos não serão reduzidos.

Veja o que poderá ser negociado entre empresas e trabalhadores:

– Férias:

O texto prevê que as férias poderão ser divididas em três períodos de descanso.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que a proposta mantém um mínimo de 15 dias seguidos de descanso nas férias, mas que o restante do período poderá ser objeto de negociação coletiva. “A negociação coletiva vem com toda força e vai seguramente fazer com que tenhamos muito menos conflito [na Justiça do Trabalho]”, disse.

– Jornada de trabalho:

Um dos pontos em que as negociações coletivas poderão se sobrepor à legislação trabalhista é a jornada de trabalho. O texto fala que o cumprimento da jornada diária poderá ser negociado entre patrões e empregados, desde que respeitado o limite máximo de 220 horas mensais e de 12 horas diárias. Hoje a jornada padrão é de 8 horas por dia, com possibilidade de haver 2 horas extras. A jornada padrão semanal é de 44 horas.

“A convenção coletiva vai poder definir a forma com que a jornada de 44 horas semanais será executada, desde que seja vantajosa para o trabalhador”, disse o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

O ministro afirmou que a proposta não prevê ampliação na jornada. “A jornada de trabalho permanece a padrão de 8 diárias e 44 horas semanais. Nunca esteve, não está e não estará na agenda do governo proposta de aumento de jornada de trabalho”, disse Nogueira.

– Intervalo:

O intervalo dentro da jornada de trabalho poderá ser negociado, desde que tenha no mínimo 30 minutos.

– Deslocamento até o trabalho:

Empresas e representantes dos trabalhadores poderão negociar se serão remuneradas também as horas gastas no trajeto de casa até o trabalho –atualmente, elas não são pagas. Essa hipótese é mais comum nos casos em a empresa oferece transporte aos trabalhadores que moram muito longe, como em fábricas que ficam fora da cidade, por exemplo.

– Banco de horas:

Os acordos coletivos também poderão prever a criação de um banco de horas para contabilizar as horas extras trabalhadas, além da forma de pagamento.

– Trabalho remoto:

A atuação do trabalhador fora da sede da empresa também é um dos pontos que poderá ser definido com força de lei pelas convenções coletivas.


Trabalho com jornada parcial

– O objetivo é estimular a contratação de jovens, mães, e trabalhadores mais velhos.

– Atualmente, prevê jornada máxima de 25 horas por semana, sendo proibidas as horas extras; a proposta é passar para 30 horas semanas, sem horas extras, ou para 26 horas semanais com até 6 horas extras.

– Hoje, o trabalhador tem direito a férias proporcionais de no máximo 18 dias e não pode vender dias de férias em troca de dinheiro; a proposta prevê 30 dias de férias e a possibilidade de vender dez dias.

População tenta invadir Alepa e impedir “pacotaço”

22 de dezembro de 2016 at 16:42
População tenta invadir Alepa e impedir “pacotaço

O clima é tenso e a agitação é grande do lado de fora da Alepa. (Foto: Fernando Araújo)

Servidores do Estado se reuniram em frente à Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) e tentaram invadir o prédio para impedir a votação do “pacotaço” que deve ser votado nesta quinta-feira (22).

Veja as imagens

O clima ficou tenso e a agitação foi grande do lado de fora da Alepa

“PACOTAÇO” POLÊMICO

A proposta do governador do Pará, Simão Jatene, tenta emplacar uma série de medidas que poderão afetar o bolso do contribuinte e do servidor público, além do empresariado.

Do lado de dentro, na parte da galeria da Alepa, cerca de 200 a 300 servidores públicos também protestam contra o “pacotaço” e exigiam que fosse retirado da pauta de votação, o aumento na contribuição do  Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (IASEP).

De acordo com a Polícia Militar, a entrada da Alepa foi fechada. Ainda segundo a PM, a segurança no local é garantida por uma equipe da Ronda Tática Metropolitana (Rotam), além de viaturas e policiamento nas proximidades do órgão.

VOTAÇÃO DO IGEPREV

O projeto da reforma do eixo do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (IGEPREV) foi aprovado praticamente na íntegra e deverá ser votado ainda em segundo turno e redação final para sanção do Governador do Estado, Simão Jatene.

O deputado Dirceu Ten Caten (PT) tentou fazer uma emenda modificativa atrelando essa reforma ao índice mínimo de reajuste do servidor, mas a proposta foi rejeitada.

Este foi o primeiro, dos 13 projetos do executivo que deverão ser votados ainda hoje.

(DOL com informações de Carolina Menezes/Diário do Pará)

Trabalhador poderá sacar todo o saldo de contas inativas do FGTS, diz Temer

22 de dezembro de 2016 at 12:14

DA REUTERS
DE SÃO PAULO

FOLHA DE SÃO PAULO

O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (22) que os trabalhadores poderão sacar recursos integrais de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantida do Tempo de Serviço), com potencial para injetar R$ 30 bilhões na economia.

Segundo Temer, que participou de café da manhã com jornalistas em Brasília, cerca de 86% das contas inativas do FGTS têm saldo inferior a uma salário mínimo, ou R$ 880.

Por isso, acrescentou ele, a retirada desses recursos não coloca em risco a solidez do FGTS.

O presidente afirma que a medida permitirá que 10,2 milhões de trabalhadores com contas inativas em 31 de dezembro de 2015 saquem seu saldo do FGTS. Antes, só era possível movimentar os recursos se ficassem três anos desempregados.

“A medida flexibiliza saque das contas inativas e permite que trabalhadores detentores de contas até 31 de dezembro de 2015 possam dispor de recursos que, em condições normais, não estariam a seu alcance”, diz Temer. “É uma injeção de recursos que vai movimentar a economia e poderia alcançar 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto)”, afirma.

A medida é mais uma tentativa do governo de estimular a economia, que está em recessão desde 2015 e ainda não deu sinais consistentes de recuperação, em meio a baixa confiança dos agentes econômicos.

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que será divulgado calendário em 1º de fevereiro de 2017 que terá como base a data de nascimento do trabalhador. “Não há necessidade de as pessoas correrem à Caixa Econômica”, diz. De acordo com Oliveira, o tempo é necessário para mudanças no sistema de informática.

Temer anunciou ainda que no primeiro trimestre haverá redução de mais da metade dos juros do cartão de crédito. Hoje, os juros anuais nos cartões de crédito ultrapassam 400%.

“No primeiro trimestre haverá redução de mais da metade dos juros cobrados no cartão de crédito”, afirmou o presidente, acrescentando que, em seguida, haverá parcelamento daqueles que não pagaram e este parcelamento ainda receberá juros ainda mais inferiores.

O presidente disse ainda que nesta manhã anunciará mudanças nas leis trabalhistas, incluindo plano de seguro para emprego, que será enviado ao Congresso Nacional por meio de medida provisória.

 

Temer diz não pensar em renúncia e que vai recorrer caso TSE casse chapa

22 de dezembro de 2016 at 11:51
Alan Marques/Folhapress
Michel Temer com os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) Dyogo Oliveira (Planejamento)
Michel Temer com os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) Dyogo Oliveira (Planejamento)

MARINA DIAS
VALDO CRUZ
DE BRASÍLIA

FOLHA DE SÃO PAULO

O presidente Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (22) que não pensa em renunciar ao cargo e que vai recorrer com “recursos e mais recursos” caso o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgue procedente a ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer.

“Não tenho pensado nisso [em renunciar ao cargo de presidente da República]”, disse Temer durante café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada. “Havendo uma decisão [do TSE por cassar a chapa], haverá recursos e mais recursos”, completou Temer.

O presidente, porém, ressaltou que será “obediente” à decisão final do Judiciário seja ela qual for.

No primeiro semestre do ano que vem o TSE deve julgar uma ação protocolada pelo PSDB, hoje na base de Temer, pedindo a cassação da chapa PT-PMDB por suposto abuso de poder político e econômico nas eleições presidenciais de 2014.

LAVA JATO

Citado por pelo menos três delatores da Odebrecht por supostas práticas ilegais, Temer afirmou que não “insurgiu” contra a Operação Lava Jato, mas que não se pode “soltar uma delação por semana”.

“Pedi que se acelere o processo”, ressaltou o peemedebista.

O presidente admitiu que vazamentos do conteúdo das delações da empreiteira “cria um clima de instabilidade no país” ao atingir o coração de seu governo, com citações a seu nome e ao de dois de seus principais auxiliares, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Parcerias e Investimentos).

Mesmo assim, Temer garantiu que não vai afastar Padilha do cargo.

“Não tirarei o chefe da Casa Civil. Ele continua firme e forte à frente da Casa Civil. Não haverá mudança nenhuma”, afirmou o presidente.

O presidente, porém, deixou em aberto a possibilidade de fazer uma reforma ministerial no ano que vem para agradar a aliados insatisfeitos com pouca participação no governo.

“Não sei o que vai acontecer lá na frente mas não há intenção, nesse momento, de fazer qualquer alteração ministerial”, completou.

Papão anuncia meia que estava no Náutico

22 de dezembro de 2016 at 09:20

Papão anuncia meia que estava no Náutico (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O Paysandu anunciou mais uma contratação para a temporada 2017. Na tarde desta quarta-feira (21), a diretoria alviceleste anunciou o nome do meia-atacante Bergson, de 25 anos, que estava no Náutico-PE.

Revelado nas categorias de base do Grêmio, o jogador rodou por diversas equipes do Brasil e do exterior. No seu último clube, o Timbu pernambucano, Bergson foi titular na maior parte dos jogos, formando dupla com o ex-azulino Rony.

A diretoria bicolor ainda não divulgou a data de chegada do jogador na capital paraense. Bergon se apresenta com o restante do elenco para o técnico Marceo Chamusca a partir do dia 2 de janeiro, quando inicia a preparação para o Campeonato Paraense.

(DOL)

Juros do cartão de crédito serão reduzidos pela metade, anuncia Temer

22 de dezembro de 2016 at 09:13

Do UOL, em São Paulo

Getty Images/iStockphoto

Os juros do rotativo do cartão de crédito serão “reduzidos pela metade”, anunciou o presidente Michel Temer nesta quinta-feira (22). O anúncio foi feito em café da manhã com jornalistas.

Há uma semana, o presidente já havia afirmado que o governo estudava formas de baixar os juros do cartão, mas ainda não havia anunciado o tamanho do corte esperado.

Juros do cartão estão entre os mais altos

Os juros médios do cartão de crédito estão entre os mais altos do mercado. A taxa chegou a 459,53% ao ano em novembro, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

Os juros do rotativo do cartão de crédito são cobrados quando o cliente não paga o valor total da fatura.  Atualmente, o cliente tem a opção de pagar apenas uma parte do valor da fatura, o chamado valor mínimo (15%) e deixar o saldo restante para o próximo mês. Essa operação é chamada crédito rotativo.

Essa operação, ao lado do uso do cheque especial, envolve a cobrança dos juros mais altos do mercado. Por esse motivo, deve ser sempre evitada.

Os juros são definidos pela instituição financeira e cobrados sobre a quantia que deixou de ser paga.

Governo aposta em ‘pauta positiva’

O governo vem anunciando propostas para tentar estimular a economia e tirar o país da crise. Muitas dessas medidas ainda estão em estudo e não têm prazo determinado para entrar em vigor.

desempenho da economia continuou ruim no segundo semestre deste ano, o que colocou em xeque o otimismo visto com a mudança de governo (Michel Temer assumiu interinamente a Presidência em 12 de maio).

O anúncio de medidas consideradas positivas também acontece num momento em que o governo tenta reverter um desgaste de imagem, após a cúpula do Palácio do Planalto –incluindo o próprio presidente– ter sido citada em delação premiada da Odebrecht, no âmbito da operação Lava Jato.

Para especialistas, o “minipacote” divulgado na semana passada é “positivo, mas não resolve”. A principal crítica é que as propostas não têm relação entre si, parecem um “catadão de medidas”, e devem ter quase nenhum impacto na retomada da economia.

 

Neymar assume reconciliação com Bruna Marquezine

22 de dezembro de 2016 at 09:03

Depois de muito despistar, Neymar resolveu assumir que voltou com Bruna Marquezine. As informações são da jornalista Fabíola Reipert.

O jogador, que está no Brasil em férias, publicou em sua rede social uma foto dos dois em uma festa à fantasia, que aconteceu na noite de quarta (21). Horas depois o jogador deletou a postagem e ficou somente entre amigos. O cantor Thiaguinho também estava no evento.

Reprodução

Os dois voltaram a ser apontados como namorados durante a Olimpíada Rio 2016, quando o jogador de futebol comemorou o ouro inédito da seleção brasileira na companhia da atriz.

No Twitter, a hashtag #Brumar alcançou rapidamente o topo dos assuntos mais comentados do país.

(DOL)