Popular Tags:

População não aguenta mais tanto lixo acumulado em Belém

13 de junho de 2019 at 08:36

População não aguenta mais tanto lixo acumulado em Belém (Foto: Ney Marcondes)

A sujeira tem atraído vários animais, inclusive cobra, nas redondezas do canal São Joaquim (Foto: Ney Marcondes)

Moradores do bairro de Val-de-Cans, em Belém, reclamam da falta de coleta de lixo em vários pontos da área, mesmo após a promessa da Prefeitura de que a coleta estaria normalizada com o fim dos protestos dos moradores de Marituba que interditavam a entrada do Aterro Sanitário onde os resíduos são depositados.

Ao longo de toda a passagem Jader Barbalho, próximo à avenida Júlio Cesar, as calçadas na frente das casas estavam tomadas por vários sacos de lixo, ontem. A mureta de proteção do canal São Joaquim, que também é utilizado pelos moradores para pendurar o lixo doméstico, acumulava grande quantidade de sacolas.

Um morador da área, que preferiu não se identificar, contou que a última vez que o carro coletor passou pelo local foi no início da semana. “É comum a gente ver o carro do lixo entrar até o final do canal, encher o compartimento com sacas de caroço de açaí e quando chega aqui para levar o lixo já está tudo lotado e as sacolas vão ficando pelo chão”.

Outra reclamação é sobre o caos no canal São Joaquim, tomado por mato e entulho. O lixo acumulado junto com restos de madeira, móveis e eletrodomésticos jogados à beira e dentro da estrutura atraem ratos, baratas, urubus e cobras.

 

Pai de apresentadora da Globo é morador de rua em Londres

13 de junho de 2019 at 08:33

O pai da jornalista Glenda Kozlowski, ex-TV Globo, informou a um programa de televisão que estaria passando uma situação calamitosa na Inglaterra.

Segundo o programa Tricotando, da RedeTV!, o pai da apresentadora, que já comandou atrações como o Esporte Espetacular, é inglês e morou por muito tempo no Brasil, mas decidiu voltar em 2009.

O homem explicou ao programa que decidiu voltar em busca de tratamento de saúde público com qualidade, mas chegando ao país começou a ter problemas para arrumar um trabalho, e que recentemente ficou sem ter onde dormir.

Com medo de virar pedinte em Londres, o pai da apresentadora pretende retornar ao Brasil. Os apresentadores do programa chegaram a prometer fazer uma vaquinha para ajudar o homem nos custos da passagem.

(Com informações do TV Foco)

 

Carro 100% autônomo está longe, diz executivo da dona do Google: ‘Até humanos têm de ser tirados da frente do volante às vezes’

12 de junho de 2019 at 07:37

Por Luciana de Oliveira, G1, em Montain View (EUA) – a jornalista viajou a convite do Google

G1 mostra como é o carro autônomo criado pela dona do Google

G1 mostra como é o carro autônomo criado pela dona do Google

A Waymo foi criada para tocar tudo o que o Google começou a desenvolver nessa área. Localizada fora do complexo onde fica a “irmã”, mais ainda na cidade de Mountain View, na Califórnia, ela completou 16 milhões de quilômetros rodados com carros que andam sozinhos nos Estados Unidos.

É comum andar pelas cidades próximas, incluindo a turística São Francisco, e topar com um dos veículos brancos da Waymo rodando nas ruas. Assim como os carros comuns, eles também têm uma pessoa sentada no banco do motorista: mas é só para ver a máquina trabalhar e atender a uma exigência da lei.

Visualmente, os carros autônomos da empresa só diferem dos demais porque contam com câmeras e outros apliques em cima e ao redor da carroceria, além de um grande W nas portas (veja mais no vídeo acima).

Eles só não estão nas lojas: veículos que dispensam totalmente motoristas ainda não são vendidos em nenhum lugar do mundo.

Mas a chamada autonomia parcial ou restrita já existe em modelos comercializados até no Brasil: elas permitem que o carro ande sozinho por alguns quilômetros, dentro de certos limites.

Quando, afinal?

Mas quando, então, será possível deixar o carro nas “mãos” da máquina e aproveitar o tempo no trânsito para tirar um cochilo, atualizar as redes sociais ou começar a trabalhar? Para um dos executivos à frente da Waymo, isso não chega tão cedo.

“O nível 5 (considerado de autonomia total) está longe. Nem os humanos são capazes de estar o tempo todo à frente do carro. Até mesmo eles têm de ser tirados da frente do volante algumas vezes”, compara Dmitri Dolgov, chefe de engenharia.

O foco dos carros autônomos da Waymo, segundo ele, ainda é aperfeiçoar o aprendizado conseguido entre 2009, quando os primeiros testes começaram no Texas, e agora, com milhares de quilômetros percorridos.

E se o semáforo pifar?

Ninguém rodou mais com carros autônomos do que a “irmã” do Google. “Não é nem pela distância percorrida, mas por podermos captar muitos cenários diferentes”, explica Dolgov.

O segredo está no “machine learning” (ML): ramo da inteligência artificial em que a máquina aprende na prática, e vai arquivando as experiências para poder tomar decisões preventivas, com base nessa “bagagem”.

Situações como semáforos com pane ou desvios improvisados nas vias são corriqueiras para os carros autônomos, diz ele.

E como seria um carro autônomo no Brasil, onde não é incomum motoristas desrespeitaram regras de trânsito? “Todo lugar tem comportamento irregular”, responde Dolgov. “Temos que estar preparados.”

“Não estamos fazendo um carro. Estamos fazendo um motorista. E vamos usar esse motorista em várias aplicações”, resume.

O público de algumas cidades já tem a opção de andar neles, em serviços de transporte. O da Waymo começou em 2017, em Phoenix, no Arizona, onde o Uber foi pioneiro nesse tipo de iniciativa.

Indústria sob questionamentos

Acidentes aconteceram nessa jornada. A Waymo registrou diversos, sem gravidade; a Apple também já teve colisão sem maiores consequências.

Mas o Uber se envolveu em um atropelamento com morte, há pouco mais de 1 ano, no estado do Arizona. O veículo atingiu uma ciclista que cruzada a via empurrando uma bicicleta, em local pouco iluminado. A câmera interna mostrou que a motorista que deveria assumir o controle em caso de emergência, não olhava para frente no momento da colisão.

Carro autônomo da Uber que atropelou e matou uma pedestre nos EUA é analisado pelo departamento de segurança no transporte dos EUA — Foto: National Transportation Safety Board/Reuters Carro autônomo da Uber que atropelou e matou uma pedestre nos EUA é analisado pelo departamento de segurança no transporte dos EUA — Foto: National Transportation Safety Board/Reuters

Carro autônomo da Uber que atropelou e matou uma pedestre nos EUA é analisado pelo departamento de segurança no transporte dos EUA — Foto: National Transportation Safety Board/Reuters

O fato foi um golpe para toda a indústria de veículos autônomos e levou outras empresas a interromperem temporariamente seus testes.

Um relatório preliminar de investigação oficial apontou que os radares do veículo detectaram algo na pista cerca de 6 segundos antes do impacto, mas primeiro ele foi classificado como um objeto desconhecido, depois como um veículo, e por último como uma bicicleta.

A empresa, no entanto, foi isentada por promotores de responsabilidade criminal. E fechou um acordo com a família da vítima.

Líder sindical de Rio Maria é executado

12 de junho de 2019 at 07:19

Líder sindical de Rio Maria é executado (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Carlos Cabral Pereira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Rio Maria e um dos diretores da Central de Trabalhadores do Brasil, foi executado a tiros na tarde desta terça-feira (11). A Polícia Civil confirmou a ocorrência, informando que está apurando mais detalhes sobre o crime.

Segundo informações do Comandante da Policia Militar de Rio Maria, sargento Silvio, Carlos Cabral sofreu uma atentado a balas quando estava nas proximidades de sua residência, no Setor Planalto, no município do sul do Pará. Dois homens em uma moto e com capacetes se aproximaram e dispararam contra Carlos, que foi atingido por quatro disparos, sendo um deles na cabeça. Cabral ainda chegou a ser socorrido pelo serviço de pronto atendimento local, Samu, e levado para o serviço de emergência do Hospital Municipal de Rio Maria, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no hospital.

Ainda segundo o comandante da PM de Rio Maria, uma equipe da Policia Militar saiu em diligencia à procura dos suspeitos.

Cabral, como era mais conhecido em Rio Maria, era ex-genro do também sindicalista João Canuto, assassinado na década de 80. Na ocasião, Cabral havia sobrevivido a um atentado. Na mesma época, foram assassinados os irmãos de João, Paulo e José Canuto, ambos cunhados de Carlos Cabral. Cabral teve a vida inteira marcada pela luta em defesa dos trabalhadores rurais. A polícia Civil de Rio Maria deverá iniciar as investigações para elucidar o ocorrido.

AMEAÇAS

Em janeiro de 2013, Carlos Cabral Pereira, denunciou às autoridades de Rio Maria que estaria sendo ameaçado de morte. Tudo teria começado quando, para provar sua inocência em uma acusação de desvio de verbas do sindicato, teve que denunciar membros da diretoria anterior, que foram condenados a devolver aos cofres públicos a importância de R$ 1 milhão.

Segundo Cabral, alguns membros da administração anterior do sindicato teriam lhe ameaçado, caso ele insistisse em ficar na presidência do sindicato. Cabral, na ocasião, procurou a Justiça de todas as formas, tendo protocolado documentos na Promotoria Estadual de Rio Maria, Delegacia de Polícia Civil de Rio Maria, e em todos os órgãos responsáveis pela Segurança Pública.

Desde 2001 seu nome constava em uma lista de “pessoas marcadas para morrer”, criada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura – CONTAG e a Comissão Pastoral da Terra – CPT do Pará.

Ninguém foi preso até o momento.

(Com informações da Sucursal de Marabá)

 

Ocupantes de carro preto baleiam homem em passagem no bairro do Telégrafo

11 de junho de 2019 at 17:43

Ocupantes de carro preto baleiam homem em passagem no bairro do Telégrafo (Foto: Via WhatsApp)

Vítima foi socorrida e levada para um hospital (Foto: Via WhatsApp)

Um homem identificado apenas pelo nome de Marcelo foi baleado, no início da tarde desta terça-feira (11), na passagem Padre Julião, no bairro do Telégrafo, em Belém. Ele foi resgatado por populares e encaminhado para unidade de saúde.

De acordo com informações de policiais militares, o homem foi atingido por tiros disparados de dentro de um carro preto, por volta das 14h, nas proximidades da igreja Perpétuo Socorro.

Marcelo foi resgatado por pessoas que estavam nas proximidades e encaminhado para uma unidade de saúde.

Ninguém foi preso até o momento. Os atiradores saíram de rumo desconhecido.

(DOL)

Pedófilo preso pagava R$ 5 mil por programa e delimitava peso e idade de vítimas

11 de junho de 2019 at 17:39

Pedófilo preso pagava R$ 5 mil por programa e delimitava peso e idade de vítimas (Foto: Reprodução)

Empresário foi detido quando saia de motel no último sábado (Foto: Reprodução

Um maníaco sexual e pedófilo – que levava uma vida de luxo – foi detido pela Polícia Civil do Distrito Federal na tarde deste sábado (8): o empresário e operador do mercado financeiro, de 50 anos, pagava até R$ 5 mil para violentar meninas de, no máximo, 12 anos e que não poderiam pesar mais do que 39 quilos.

O criminoso foi identificado como Wolfika Sol Sol Leles, preso preventivamente em operação sigilosa deflagrada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) quando deixava um motel, na cidade de Ceilândia, no Distrito Federal com duas adolescentes dentro de seu carro.

Uma das adolescentes, de 15 anos, seria responsável por aliciar garotas de seu círculo social. Segundo a polícia, Wolfika oferecia entre R$ 1,5 mil e R$ 5 mil por cada programa com as garotas e as adolescentes.

De acordo com a investigação, quanto mais nova a vítima, mais cara custava a relação. A fim de evitar olhares curiosos, o suspeito sempre marcava os encontros no meio da semana, entre 17h e 18h, intercalando três motéis em Ceilândia.

A outra menina que estava no veículo com o suspeito tinha 14 anos e já havia sido agenciada e apresentada a Wolfika como se tivesse 12 anos. De estatura baixa e magra, o pedófilo acreditou que ela, de fato, teria a idade informada.

Já na delegacia, a adolescente apontada como organizadora dos encontros sexuais de Leles prestou depoimento e admitiu participação no esquema de prostituição. Por ter idade inferior a 18 anos, foi ouvida na qualidade de vítima.

Investigação e vida de luxo

Os investigadores da Polícia Civil do Distrito Federal seguiam os passos do criminoso há uma semana. Eles descobriram que o pedófilo morava com a esposa em uma suíte sofisticada no Hotel Royal Tulip, às margens do Lago Paranoá.

Wolfika era conhecido pelos funcionários do hotel por dar generosas gorjetas: algumas chegavam a R$ 1 mil. O pedófilo estava hospedado em um dos quartos mais caros do estabelecimento.

Durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão no quarto de Leles, os agentes encontraram joias e aproximadamente 200 notas de 100 dólares, aparentemente falsas, de acordo com as primeiras análises. No aposento, localizaram também algumas bolsas de luxo.

A polícia, agora, quer saber desde quando o abusador vivia no hotel e quantas vítimas pode ter feito.

O pedófilo gostava de ostentar nas redes sociais e fazia questão de transparecer uma vida de luxo. Nas postagens, sempre mostrava uma rotina sofisticada: jantares em restaurantes finos, viagens a locais paradisíacos, entre outros.

O acusado também dirigia carros e motocicletas luxuosos, sempre alugados em nome de terceiros, já que responde a processos criminais em outros estados e poderia ser identificado.

(Com informações do portal Metrópoles)

Najila Trindade pode ser presa a qualquer momento; diz site

11 de junho de 2019 at 17:35

Najila Trindade pode ser presa a qualquer momento; diz site (Foto: Reprodução)

O caso ganhou uma enorme repercussão durante a semana (Foto: Reprodução)

A situação não está nada bem para Najila Trindade, a modelo que acusou o craque ter a estuprado adurante um encontro com ela em um hotel em Paris. Ela pode estar prestes a ir para a cadeia, segundo o site Best360.

Em depoimento à polícia, Najila afirmou que o vídeo de sete minutos que ela gravou no hotel, do segundo encontro com o jogador, estava em um tablet que supostamente foi furtado do seu apartamento, em São Paulo.

Policiais especializados analisaram as marcas na porta do apartamento da modelo e só encontraram impressões digitais dela e da empregada. Constatando que não houve invasão. A modelo disse ainda que não registrou a invasão do apartamento a polícia porque não sabe ao certo o que foi levado. Só apenas deu falta do tablet e um relógio e de uma quantia em dinheiro que estava em uma bolsa. Porém, com isso o advogado resolveu abandonar o caso, ele é o terceiro a tomar a atitude.

No entanto, segundo a publicação, a polícia pode prender Najila a qualquer momento por entender que ela tentou manipular as investigações contra o jogador Neymar dando falsas provas do caso.

Em entrevista, Najila disse que só denunciou o caso porque achou que sua identidade ficaria em sigilo.

Veja mais!

(Com informações do Best360)

Você sabia que Fidel Castro é brasileiro e nasceu no Pará?

11 de junho de 2019 at 17:24

Você sabia que Fidel Castro é brasileiro e nasceu no Pará?  (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Uma das figuras mais importantes do século 20, o líder cubano Fidel Castro, pode ter nascido no Brasil. Mais precisamente, na cidade de Tracuateua, nordeste do Pará.

A teoria é do pesquisador Edilson Silva Oliveira. Segundo afirma, Ángel Castro chegou ao município paraense no início da década de 20. Na cidade, trabalhou como barqueiro e conheceu Delphina Smith, uma descendente de alemães, com quem se casou e teve um filho chamado Fidel. A família se mudou para Iquitos, na região amazônica do Peru.

Décadas depois, o menino, já um homem corpulento e barbudo, liderou um grupo de guerrilheiros em Sierra Maestra e derrubou o ditador Fulgêncio Batista e implantou uma revolução socialista em Cuba.

A história corre de boca em boca na região há décadas. Há até quem quisesse mudar o nome de Tracuateua para Fidelândia, “Nova Fidel ou Fidelópolis”.

A pesquisadora carioca Claudia Furiati, autora da única biografia autorizada de Fidel, acha a história fantasiosa. Ela passou quatro anos em Havana e teve acesso a inúmeros documentos, entre eles duas certidões de Fidel.

Logo depois do lançamento do livro, Claudia foi procurada por Sandro Castro, um paraense que se dizia sobrinho de Fidel. Ela acredita que a história não bate com a que pesquisou e acredita se tratar de uma coincidência de nomes.

Segundo ela, não existem registros de Ángel Castro pelo Brasil. “Mas isso pode ter acontecido”.

(Com informações da revista Época)

 

Bolsonaro ganha título de cidadão de Belém e do Pará

11 de junho de 2019 at 15:22

Bolsonaro ganha título de cidadão de Belém e do Pará (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A Câmara Municipal de Belém aprovou, nesta terça-feira (11), o projeto de autoria do vereador Sargento Silvano que concede o título de cidadão de Belém ao presidente Jair Bolsonaro. Além disso, também foi atribuído nesta terça, pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), o título honorífico de Cidadão do Pará ao presidente, este segundo projeto é de autoria do deputado Delegado Caveira.

A votação na câmara já havia sido adiada outras vezes. Durante a manhã, a galeria do local ficou tomada por manifestantes, que se dividiram em dois grupos, um a favor e outro contra a aprovação do projeto. A decisão na Alepa também atraiu a atenção da população e dividiu opiniões, mas o projeto acabou sendo aprovado por 22 votos a favor e 5 contra.

Danilo Garcia, advogado de Najila Trindade, deixa o caso

11 de junho de 2019 at 07:34

Danilo Garcia, advogado de Najila Trindade, deixa o caso (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Danilo Garcia de Andrade, advogado de Najila Trindade, mulher que acusa o jogador Neymar de estupro, afirmou que abandonou o caso na noite nesta segunda-feira (10). O anúncio foi feito em entrevista ao SBT, e a “idoneidade moral” teria motivado a renúncia do mandato advocatício por parte do advogado.

Ele chegou a afirmar, na tarde desta segunda-feira, que deixaria o caso se Najila Trindade não apresentasse as provas até meia noite. O anúncio, porém, veio antes deste horário.

Em entrevista ao repórter Roberto Cabrini, veiculada na noite desta segunda, Danilo Garcia de Andrade afirmou: “Estou anunciando oficialmente nessa entrevista que devo me retirar do processo. Não sou mais advogado de Najila”.

Ainda segundo o advogado, Najila teria rastreado o tablet e afirmado que aparelho encontrava-se na avenida do escritório de Danilo. Segundo ele, a modelo teria o acusado de ter planejado a invasão em seu apartamento.

O suposto vídeo seria um material importante na investigação, que, segundo a defesa de Najila, podeira conter provas contra Neymar. Apenas 66 segundos deste arquivo, porém, chegaram às mãos da investigação. O conteúdo original teria cerca de sete minutos, mas não foi entregue ao seu advogado.

ABANDONO

Danilo é o terceiro advogado a abandonar a defesa de Najila. José Edgar da Cunha Bueno Filho foi o primeiro. Ele começou a advogar por Najila, mas por causa de divergências ele largou o caso e disse que o episódio foi de agressão e não de um estupro. A segunda advogada foi Yasmin Pastore Abdalla, que representou a cliente até o momento em que ela teve o apartamento invadido durante a madrugada. Foi Yasmin também quem recomendou Danilo.

(Fonte: Gazeta Esportiva)